fbpx

No quotidiano a rotina de trabalho, estudo, tarefas de casa, família, consomem o teu tempo e tu acabas por não realizar a mais simples delas, beber água. Pois é, uma atitude que ocupa poucos minutos do teu dia, só traz benefícios e muitas vezes é deixada de lado por falta de hábito ou por esquecimento.

A água é necessária para regular a temperatura do corpo, manter a pele hidratada, transportar oxigênio e nutrientes que favorece o processamento das reações químicas das células.

A água também é fundamental para outros sistemas, como os sucos digestivos do intestino, do estômago e linfático, os líquidos que constituem os olhos e os que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Sendo ela o mais importante veículo para eliminação dos catabólitos.

A água que entra no nosso organismo não se acumula; é eliminada, juntamente com os resíduos finais do metabolismo (ácido úrico, uréia, creatinina, etc.), via urina, suor, respiração e fezes.

Além de todas essas funções, não podemos esquecer que a água faz parte da composição das nossas células, tecidos e órgãos. Estima-se que o nosso corpo é constituído de 65% a 70% de água. Ela também compõe 75% do nosso cérebro, coração e músculos, 86% dos nossos pulmões e 81% do nosso sangue. E por isso manter a hidratação e os níveis de minerais balanceados é essencial para a saúde.

É recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), a ingestão diária de 2L de água. Para descobrir a quantidade ideal de água que deve ingerir, tu podes seguir a seguinte informação; 750 ml de água para cada 20 quilos corporais para pessoas que executam atividades moderadas e 1 litro para cada 20 quilos corporais para atletas ou pessoas que realizam atividades mais intensas, ambas durante o dia.

No processo de emagrecimento é importante atentar-se à ação de três grandes combustíveis do nosso organismo: água, comida e oxigênio. Na falta de um deles, nosso metabolismo diminui e quem ingere pouca água retém líquidos no corpo e acaba engordando.

Sabes, aquele peso incomodo que aparece de repente? Muitas vezes não é gordura e sim líquido retido.O teu corpo retém líquidos, que na maioria das vezes é consequência de uma má alimentação, ou pior, pode ser um sinal de que o organismo está a proteger-se da falta de água. A água é um poderoso solvente, é excretada com substâncias que são nocivas ao corpo ou que se apresentam em excesso.

A água disponibiliza para o teu organismo a absorção de nutrientes, que contribui no combate de infecções e deixa tua pele macia e brilhante. Evitando assim o aparecimento de estrias, celulites e outras imperfeições decorrentes da hidratação inadequada.

Olha que interessante! O hipotálamo forma uma importante área na região central, é considerado o centro de controle e secretor de diversos hormônios. Ele controla a temperatura corporal e ainda sinaliza fome e sede. Mas como diferenciar o que está sentindo?

Quando não ingerimos a quantidade necessária de água que o nosso organismo necessita, o nosso cérebro entende que precisa ir buscar esses liquido em alimentos sólidos, e essa sensação de fome na verdade é uma forma que o teu corpo encontrou para se hidratar. Ou seja, não é fome, é sede! 

Muitos especialistas afirmam que a ingestão de água antes das refeições pode acelerar o processo de perda de peso de forma considerável. Mas, os resultados só aparecem se o hábito de beber água antes das refeições for aliado a uma dieta balanceada e à prática de exercícios físicos. Bebendo água 30 minutos antes das refeições, dilatará o estômago, aumentará a saciedade e controlará a fome. Com menos fome na hora de fazer o prato,  tendes a escolher alimentos mais leves e em menor quantidade.

A água contribui na eliminação da gordura corporal, no combate às celulites. Que nada mais é do que uma alteração causada pelo acúmular de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que estas fiquem cheias e endurecidas, deixando o local com desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, que se manifestam externamente através dos furinhos indesejados popularmente conhecidos como “casca de laranja”.

A ingestão de água faz o corpo trabalhar mais para processá-la. Com isso, a queima de gordura é ampliada, obtendo um gasto calórico de até 4,5% maior. Assim, o corpo necessita produzir mais energia para manter o líquido na temperatura ideal. E pesquisas apontam que 8 copos (cerca de 2 litros) de água por dia, obtém uma queima média de 200 calorias.

Para que os líquidos sejam incluídos de forma saudável à alimentação, é preciso evitar bebidas com açúcar, sumos artificiais e refrigerantes, inclusive os dietéticos. Esses fluidos até podem contribuir para a hidratação, mas não são opções saudáveis para a alimentação. É melhor dar preferência aos sumos naturais, aos chás sem açúcar, à água, à água de coco e às frutas. O consumo de frutas “in natura” é ainda melhor do que o de sumos, para manter o alto teor de fibras, vitaminas e minerais. O consumo de três porções de frutas e cinco porções de hortaliças ao dia, equivalem aproximadamente a 500ml de água vindos desses alimentos. Apesar de frutas e verduras serem os alimentos suficientes em teor de água, é possível encontrá-la também em carnes, peixes e pães.

A água é tão importante, mas como criar o hábito de bebê-la regularmente? Seguem algumas dicas práticas:

1 – Inicia o teu dia com um copo de água. (Beber água de manhã pode funcionar como um despertador para o metabolismo, aumentando a queima calórica de 12 a 24 horas e acelerando o metabolismo em até 25%).

2 – Bebe um copo de água cerca de 30 minutos antes das refeições.

3 – Bebe água todas as vezes que sentires fome.

4 – leva sempre uma garrafinha para o trabalho e mantém-na próxima de ti. (No trabalho, no parque na academia, na faculdade, etc.)

5 – Hidrata-te sempre que te exercitares, mas atenção, ingerir líquidos durante a atividade pode prejudicar teu desempenho. Bebe o suficiente para molhar a garganta e hidrata bastante no pós-treino.

6 – Traça uma meta diária. Coloca despertadores ou usa aplicativos para lembrar-se de ingerir água, até que vire uma rotina.

7 – Não esperes a sede aparecer. A desidratação faz o cérebro acionar a sensação de sede. Portanto, ela só aparece quando o corpo já está desidratado.

8 – Também podes beber água como acompanhamento. Ao contrário do que muitos comentam, beber água durante as refeições ajuda a digerir a comida. Só não podes exagerar, um copo de 200ml é o suficiente!

Como a água não pode ser armazenada no nosso corpo é fundamental sempre ingeri-la para que haja um balanço entre o que é ingerido e o que se perde. Portanto, lembra-te sempre de beber bastante água, principalmente em dias com temperaturas altas e durante a realização de atividades físicas.